O Café Politik surgiu do acirramento político ocorrido no Brasil em meados dos anos 10 do século XXI.

A eterna sina do país do futuro, que dá um passo pra frente, dois pro lado e um pra trás, nos motivou a criar um espaço para discussões políticas e econômicas sem o viés editorial imposto pelas grandes publicações.

Nossos redatores possuem backgrounds ideológicos distintos e estão totalmente livres para expor suas idéias, experiências e projeções astrais para o futuro da nação e do mundo.

Não temos a pretensão de convencer o leitor, mas de enriquecer o debate. 

Seja bem vindo e, como tudo na vida, aprecie com moderação!

Lula e os Presidentes do Brasil

Poucas pessoas no Brasil, quiçá no mundo, provocam tanta polarização como Lula. De forma simples e direta, penso que Lula soube aproveitar uma conjuntura econômica externa amplamente favorável e aplicar parte desses recursos em políticas sociais. Por outro lado, deixou de implantar reformas que garantissem um crescimento continuado da economia, em que pese ter tido maioria absoluta no Congresso por quase uma década.

Pessoalmente, acho que todos os Governos desde a redemocratização tiveram seus acertos, mesmo Collor, que abriu o mercado do Brasil para produtos de informática vindos do exterior. O plano real lançado durante o Gorverno Itamar, inegavelmente, contribuiu para tirar milhões de pessoas da pobreza. O Governo FHC modernizou a gestão pública em diversos aspectos e tornou o país mais atraente ao investimento externo. Lula, como já mencionei, manteve a política econômica que trouxe estabilidade ao país e garantiu alguns bons anos de crescimento econômico.

Dilma, por outro lado, tem sido um desastre completo. O problema maior, na minha visão, não é a corrupção, mas sim sua condução da política econômica. Culpar apenas crise internacional é balela. Todas as grandes economias, com exceção da Rússia sob sanções extenas, estão crescendo. Infelizmente, os que mais sofrem com a política errática da petista são os mesmos pobres de sempre, que perdem seus empregos e tem sua renda achatada pela inflação.

 

Terrorismo

Liderança e sua falta