O Café Politik surgiu do acirramento político ocorrido no Brasil em meados dos anos 10 do século XXI.

A eterna sina do país do futuro, que dá um passo pra frente, dois pro lado e um pra trás, nos motivou a criar um espaço para discussões políticas e econômicas sem o viés editorial imposto pelas grandes publicações.

Nossos redatores possuem backgrounds ideológicos distintos e estão totalmente livres para expor suas idéias, experiências e projeções astrais para o futuro da nação e do mundo.

Não temos a pretensão de convencer o leitor, mas de enriquecer o debate. 

Seja bem vindo e, como tudo na vida, aprecie com moderação!

Crime e Capitalismo: 100 milhões contra 5

desigualdade-social-1024x679.jpg

O Capitalismo é dito por muitos como sendo aquele modelo econômico que trouxe ao mundo a possibilidade de o esforço pessoal ser recompensado financeiramente.

Em outras palavras, o indivíduo que trabalhar arduamente, correr atrás de seus objetivos e qualificar-se robustamente, terá condições de auferir maior salário que aquele que se mostra “acomodado” e “preguiçoso”.

Neste sentido, o aludido modelo premiaria com valor econômico a pessoa que se dispusesse a laborar com maior afinco, e tal se daria de forma justa e harmoniosa.

Entretanto, não é bem a isso que vimos assistindo nas últimas décadas mundo afora.

No caso brasileiro, então,  a realidade é bem outra.

Matérias jornalísticas recentes dão conta de que 05 brasileiros detêm a renda de metade do Brasil (!).

Ou seja, meia dezena de indivíduos abastados tem o mesmo capital de outras 100.000.000 (cem milhões) de pessoas em nosso país.

Ora, como reputar justo e exitoso um modelo que permite tamanha desigualdade e brutalidade? Será mesmo que estes 100 milhões de brasileiros terão condições de ao menos subsistir, enquanto outros 05 compatriotas ostentam vários bilhões de reais em suas contas bancárias? Seriam esses 100 milhões de brasileiros pobres uma horda de preguiçosos que apenas tentam viver às custas de programas como o Bolsa Família?

Se 05 pessoas têm o mesmo dinheiro de outras 100 milhões , é evidente que algo há de muito errado nessa engrenagem...

Diante de tais ponderações, revela-se igualmente impossível cogitar-se de uma sociedade ordeira. Crime e Capitalismo estão, em verdade, intimamente vinculados e associados.

Nesse cenário,  é evidente que roubos, furtos, seqüestros, latrocínios e outros tantos delitos que assombram a população irão aumentar e tornar ainda mais caótica a sociedade capitalista em que nos vemos inseridos.

Há, ainda, quem promova atos pela paz, tais como abraçar a Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, ou fincar cruzes na Praia de Copacabana, na mesma cidade.

Contudo, tais manifestações, de cuja boa intenção não se duvida, mostram-se inócuas ante a tamanha desigualdade do Brasil capitalista, de onde só poderá, infelizmente, derivar o caos e a intranqüilidade.

O real interesse por trás dos ataques de Donald Trump à Alemanha

O julgamento de Barrabás