O Café Politik surgiu do acirramento político ocorrido no Brasil em meados dos anos 10 do século XXI.

A eterna sina do país do futuro, que dá um passo pra frente, dois pro lado e um pra trás, nos motivou a criar um espaço para discussões políticas e econômicas sem o viés editorial imposto pelas grandes publicações.

Nossos redatores possuem backgrounds ideológicos distintos e estão totalmente livres para expor suas idéias, experiências e projeções astrais para o futuro da nação e do mundo.

Não temos a pretensão de convencer o leitor, mas de enriquecer o debate. 

Seja bem vindo e, como tudo na vida, aprecie com moderação!

Primeira prova de fogo de Michel Temer

A divulgação de conversas do atual Ministro do Planejamento Romero Jucá onde são ventiladas formas de conter a operação lava-jato tornam sua permanência no Governo Federal insustentável.

Acredito que esta é a primeira prova de fogo da administração Temer, já que o recuo evolvendo a recriação do Ministério da Cultura foi algo interessante do ponto de vista político, mas com pouca repercussão prática para o futuro do país.

Fundamental acompanharmos a reação do atual presidente e compararmos com o que ocorreu com Aloizio Mercadante, então Ministro da Educação de Dilma Rousseff que, de modo semelhante, teve divulgadas suas conversas onde procurava comprar o silêncio do então líder do PT no Senado Delcídio do Amaral. Naquela ocasião, optou-se por blindar o Ministro e mantê-lo no Governo.

Caso Temer atue de modo semelhante que Dilma, maculará desde o início o seu período na presidência e dificultará qualquer diálogo com a sociedade buscando algum tipo de unificação que permita o restabelecimento da confiança no país.

Não seria uma má ideia rifar Jucá do Governo e instituir uma Ministra do Planejamento no lugar...

Violência urbana, a tragédia brasileira

Recuo estratégico ou covardia?