O Café Politik surgiu do acirramento político ocorrido no Brasil em meados dos anos 10 do século XXI.

A eterna sina do país do futuro, que dá um passo pra frente, dois pro lado e um pra trás, nos motivou a criar um espaço para discussões políticas e econômicas sem o viés editorial imposto pelas grandes publicações.

Nossos redatores possuem backgrounds ideológicos distintos e estão totalmente livres para expor suas idéias, experiências e projeções astrais para o futuro da nação e do mundo.

Não temos a pretensão de convencer o leitor, mas de enriquecer o debate. 

Seja bem vindo e, como tudo na vida, aprecie com moderação!

Manifesto publicado na França defende direito de homens “flertarem” com mulheres

IMG_8218.JPG

Se domingo (7) foi dia de protestar contra casos de assédio sexual, ontem (9) o que se viu foi exatamente o contrário. Não haviam se passado nem 48 horas do final da tradicional cerimônia da entrega de Globo de Ouro, marcada especialmente pelo veemente discurso da apresentadora Oprah Winfrey, quando na França era publicado um manifesto defendendo que os homens devem ser “livres para flertar” e criticando uma onda de “puritanismo” quanto a esse tema.

Assinado por 100 mulheres francesas, entre elas a atriz Catherine Deneuve, o documento afirma que há um exagero na série de denuncias feitas nos últimos meses, distingue a tentativa de sedução, mesmo que insistente, do estupro e diz que essa forma de manifestação feminista “incentiva um ódio aos homens e à sexualidade”.

O que você, leitor do Café Politik, pensa sobre esse tema? Está de acordo com esse manifesto? Acha que essa onda de denúncias chegou longe demais? Ou para você, tais denúncias tem um papel importante no combate ao machismo e a cultura do estupro?

Segundo a Revista Veja, Lula, Temer e Moro são as maiores vítimas de fake news no Brasil

Matéria da IstoÉ define Michel Temer como “impopular e eficiente”